domingo, 31 de julho de 2016

Sabendo filtrar muita bobagem

Quando decidimos fazer uma cirurgia do porte de uma bariátrica, estudamos muito (pelo menos eu), entramos em fóruns no Facebook, assistimos vídeos no You Tube, nos exaurimos com tanta informação. Além de todas as informações de cunho pessoal, coincidentemente sou assessora de imprensa do IFSO 2016 - Congresso Internacional de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, que acontece no fim de setembro no Rio. Ou seja, tenho falado com os grandes especialistas desse setor, sobre todos os tipos de técnicas, indicações, novas tecnologias, etc.

Daí tem que vir o filtro. Primeiro, separar a vida profissional da pessoal. As técnicas, o que "deveria" ser, o estado da arte das cirurgias, é uma coisa e nem sempre existe no Brasil e é acessível. Na parte pessoal, tem MUITA BOBAGEM nos fóruns dos quais participo, gente ignorante fazendo perguntas absurdas, esquecendo que é preciso pesquisar muito e estar psicologicamente preparado para uma cirurgia que vai mudar sua relação com a alimentação para sempre. Gente que engorda depois porque descuidou, porque ao invés de comer saudável se entupiu de doce e salgado (depois de todo sofrimento que é passar pela cirurgia), ou seja, bobagens.

Faço parte de alguns fóruns e eles até que são interessantes para obter algumas informações, principalmente sobre plano de saúde, se foi mais fácil para uns e outros - só vou ficar tranquila quando meu plano autorizar - e outras perguntas que acabo fazendo... comentários sobre ansiedade, etc.

Mas é necessário ter muito filtro quando se vai fazer uma cirurgia desse gênero, pois a vida toda muda e cada corpo é um corpo e cada mente é uma mente, e cada um tem sua equipe médica que sabe o que é melhor para cada um. Eu até poderia ficar sem participar dos fóruns, mas acho que  minha ansiedade ficaria maior, pois é bom ver a evolução de cada um, as fotos dos antes e depois que postam, etc. É um incentivo a mais.