quinta-feira, 14 de julho de 2016

Primeiro especialista: a nutricionista malvada

Hoje comecei a trilhar o caminho para a minha cirurgia bariátrica. Achei que ia entrar no consultório da nutricionista e ela ia fazer o laudo autorizando a cirurgia, eu ia embora e pronto.

Mas não... ela explicou que eu preciso voltar a me alimentar direito - o que fez sentido -, pois após a cirurgia eu vou precisar reaprender a comer, meu estômago estará melhor e eu precisarei ir me acostumando com a falta de açúcar, de chocolate, de ansiedade, etc e tal.

E aí passamos a consulta falando de tudo o que eu já sabia, pois já fiz dieta funcional por um ano. Mas tudo bem. Entre uma pergunta e outra dela, eu fazia perguntas sobre o pós-cirúrgico, etc e tal.

Ela foi legal, mas malvada ao mesmo tempo. E na verdade eu precisava ouvir tudo isso. Preciso ir me acostumando com a alimentação que terei para o resto da minha vida. Para me manter saudável. O objetivo agora não é emagrecer, até porque o peso que estou agora é bom para a solicitação da cirurgia pela Sulamérica. Mas preciso ir me acostumando.

Preciso me organizar. Preciso voltar a comer direito. A parar de comer doces e açúcares, e massas e pão. Será uma mudança grande, depois de sete meses comendo literalmente merda. Amanhã será o dia. De começar de novo.

Ela não me deu o laudo. Fiquei super preocupada e mandei um whatsapp para meu médico. Ele disse que vai conversar com ela.

Uma das grandes preocupações também é como tomarei meus remédios. Mas o médico me deixou tranquila dizendo que não haverá problemas.

Comecei a ler muito sobre o pós-operatório. Será difícil. Muitas semanas só de dieta líquida. Mas de todas as pessoas que eu sei que fizeram a cirurgia, não tem uma que se arrependa. Então estou no caminho certo. 

Agora é lidar com a minha compulsão noturna.