segunda-feira, 11 de abril de 2016

O vazio

De repente minha vida virou este grande vazio. Não ando, não falo, não sorrio.... não nada.

Estou presa dentro de uma doença que não passa, de uma dor que não tem cura.

Os dias passam e eu não sei mais o que fazer para melhorar, pois não tem nada a ser feito.

Apenas esperar.

De repente, minha vida virou este grande poço escuro. Onde a luz não brilha. Apenas o vento uiva.

A vontade é de sumir. Pra que viver uma vida dessas?

Por que ficar?

Pra que esperar?

De repente minha vida virou este grande nada. Não faço nada, não vejo nada, não sinto nada....

Onde estava o amor que estava aqui?

Onde estava o bem-estar? E a esperança?

Estão esperando?